Geleia de amoras

É muito linda, de uma cor forte, violeta, vermelha, bordô, roxa e quando se come com pão sobre uma “base” de manteiga fica divina! É muito gostoso também com ricota (assim comem aqui). Não tem muito o que dizer, fazer geleia de amoras não tem segredos, é só ficar mexendo com uma colher de pau até chegar na consistência desejada.  Pode-se por nos vidros e esterilizar ou deixar na geladeira por um mês.

geleia

Ingredientes
1 kg de amoras frescas
800g de açúcar
suco de meio limão

Preparo
– Lave as amoras, misture com o açúcar e o limão e leve ao fogo.
– Cozinhe até a densidade desejada (coloque  algumas gotas num pratinho para ver o quanto se adensou) e depois passe num coador (eu não passo porque gosto das bolinhas crocantes) e pronto.
– Conserve na geladeira ou em vidros com o processo de esterilização (ferva os vidros, coloque a geleia, feche bem e ponha em uma panela protegidos com panos para ferver pelo menos 30 minutos depois do início da fervura).

 

Massa mediterrânea com pimentão e cebolas assadas

Uma nova descoberta nessas férias: massa com pimentão! Uma receita que vem da Calábria (caprichem na pimentinha vermelha), saudável, vegetariana, fácil. Como preparei mais pimentão do que o necessário, no outro dia servi o pimentão com a cebola assados sobre a brusqueta: uma maravilha!

massapimentao

Ingredientes
500g de massa
200g de pimentão vermelho (um grande ou dois médios)
200g de cebolas
4 colheres de sopa de azeite
3 colheres de sopa de vinagre de maçã
1 colher de sopa de açúcar
sal
pimenta malagueta
salsinha picada
parmesão  

Preparo
Corte o pimentão e a cebola em pedaços médios.
Tempere-os com sal, açúcar, azeite, vinagre e a pimentinha.
Ponha tudo em uma assadeira grande e espalhe bem.
Leve assar a 180 graus por cerca de 45 minutos (cuide para não queimar), deve ficar douradinho porque a cebola fica meio caramelada.
Enquanto isso cozinhe a massa em água salgada e escorra, reservando sempre uma xícara da água da fervura.
Misture a massa com as verduras assadas (se for preciso pingue um pouco da água reservada) e polvilhe a salsinha por cima na hora de servir. O parmesão é opcional, eu prefiro sem, mas o resto da família é totalmente a favor.

Passata di pomodori

Há muitos modos de fazer a passata di pomodori, pode-se fazer com vários temperos ou até sem nada. Uso o meio termo, coloco pouco sal e o perfume do manjericão para depois poder usar livremente. O prazer de ter a conserva em casa não tem preço. Sem falar do sabor que é outra coisa. Use tomates maduros, ideal seria o tipo italiano, como usa uma amiga que mora em São Paulo, outra que mora em Livramento no RS também encontra tomates perfeitos, melhor ainda os de verão que pegam mais sol. Se os tomates não forem bem doces, pode-se colocar também uma colher de açúcar que diminui bastante a acidez e não altera o sabor. Aqui geralmente se faz em julho e agosto quando os tomates estão bem maduros e os melhores são do tipo alongado ou san marzano.

Se você não quiser esterilizar, pode fazer em menor quantidade e guardar na geladeira (obviamente dura menos), ou senão congelar, mas atenção, não use formas de alumínio;).

passata1new

 

Ingredientes
3 kg de tomates maduros
folhas de manjericão
1 colher de sopa (rasa) de sal
3 colheres de sopa de azeite

Preparo
Lave os tomates, tire as pontas e corte em pedaços.
Coloque em uma panela grande (de preferência de inox) e depois junte o sal, o azeite e o manjericão. Deixe ferver mexendo com uma colher de pau para passar os de baixo para cima e vice versa até ficarem bem macios e evaporar um pouco da água do tomate (cerca de 30 minutos). Deve ficar bem “polposo”.
Retire do fogo.
Passe tudo em uma peneira, ou no “passa verdura”, que retira só a casca.
Coloque nos vidros já fervidos e esterilizados com a ajuda de um funil.
Feche os vidros e coloque-os em uma panela grande. Forre o fundo com um pano de prato, e ponha outros panos entre os vidros. Cubra com água e deixe ferver por 30 minutos (a partir do início da fervura).
Deixe esfriar completamente, retire os vidros, controle que estejam bem fechados e depois guarde-os em um ambiente fresco e escuro.
Dura até um ano.

 

Rolinho de pão e bacon

Servir como petisco no aperitivo  é uma delícia. Provei ontem e hoje já preparei para o pessoal. Pode ser servido quente ou frio (não gelado). O bacon fica crocante e o sabor fresco da cebolinha dá o toque necessário para a bebida gelada!!! Fácil, fácil prepara-se em poucos minutos e dá para deixar pronto, na hora levar assar!

rolinho1new

Ingredientes
12 fatias de pão de forma
150g de bacon em fatias finas
150g de cream cheese (tipo filadélfia)
cebolinha verde picada

rolinho11newPreparo
Tire a casca das fatias de pão.
Passe o rolo de macarrão sobre cada fatia até ficarem bem fininhas.
Passe uma camada de cream cheese sobre cada fatia e espalhe a cebolinha verde picadinha.
Depois forme um rolinho aperte bem e cubra todo ele com uma fatia de bacon.
Firme com um palito.
Ponha em uma assadeira coberta com papel manteiga.
Leve assar no formo já quente a 180 graus por 15-20 minutos.
Sirva morno ou frio.

Gatêau de abobrinhas com ervas aromáticas

Comida boa para o verão! Mas nada impede de fazer uma delícia francesa, uma receita da cara amiga francesa,  Caroline T. Fiz o teste com os amigos Denise e Víctor e no calor romano foi super!! Espero que vocês experimentem, tem bastante ingredientes,  mas nada que assuste uma cozinheira até mesmo as inexperientes!

gateau-aux-courgettes

Ingredientes
700g de abobrinha
2 tomates
1 maço de salsinha
1 maço de manjericão
1 maço de hortelã fresca
1 de cebolinha verde
1 dente de alho
4 ovos
300 ml de creme de leite fresco
1 potinho de iogurte natural
1 colher de sopa de farinha
½ limão
2 colheres de sopa de óleo de oliva
1 colher de sopa de sal grosso
sal fino e pimenta preta

abobrinha3nova

Preparo
Tire as extremidades das abobrinhas e rale no ralo grosso com a casca.
Salpique com um pouco de sal grosso e deixe por uma hora para tirar a água.
Ligue o forno a 160 graus.
Tire a casca e dos tomates e corte em rodelas finas. Reserve.
Unte uma forma retangular de plum cake com azeite e enfarinhe.
Coloque no fundo da forma as rodelas de tomate apertando para aderir bem.
Descasque o alho, retire a parte centrar e esmague-o.
Aqueça o óleo de oliva junte o alho e as abobrinhas bem escorridas. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, salgue um pouco e junte a pimenta.
Pique bem as ervas aromáticas (quanto mais fino melhor, eu fiz no mixer)
Junte a metade das ervas às abobrinhas (fora do fogo).
Bata 4 ovos inteiros com 200 ml de creme de leite fresco e junte às abobrinhas.
Misture tudo muito bem.
Coloque esta preparação delicadamente na forma untada e leve assar por uma hora.

Enquanto isso prepare o molho:
Esprema meio limão, junte com 100 ml de creme de leite fresco, o iogurte, sal e pimenta, bata energicamente como garfo.
Acrescente o restante das ervas e leve à geladeira.
Desenforme o gatêau quando ficar frio e sirva com o molhinho à parte.
Délicieux!

Peixe assado com batatas

Fácil, fácil… receita que me foi dada pelo peixeiro daqui, e é o modo mais italiano de preparar peixe. Assado e temperado com pouquíssimas coisas, privilegiando sempre os ingredientes. As batatas ficam super com o sabor do peixe. Fiz com “robalo” (muito apreciado por aqui), mas pode ser feito com qualquer outro peixe inteiro.

robalo1new

Ingredientes
600 – 800g de peixe inteiro (usei o robalo)
manjericão
salsinha
500g de batatas
sal e pimenta do reino
azeite

robalo11new

Preparo
Descasque e corte as batatas em rodelas bem fininhas.
Unte a assadeira com azeite e acomode as batatas sem sobrepor uma às outras.
Ponha um pouco de sal e pimenta.
Limpe os peixes (o meu, o peixeiro limpou) e tempere com o limão, sal e pimenta.
Ponha dentro da barriga do peixe,um pedacinho de limão com casca, salsinha e manjericão.
Acomode os peixes sobre as batatas e ponha um fio de azeite por cima.
Leve assar a 200 graus por 20-25 minutos.

 

Massa com linguiça e rúcula

A massa que virou tradição em família, tanto no Brasil como aqui. Com poucos ingredientes, basicamente linguiça e rúcula, pode-se fazer um prato rápido e saboroso e que agrada a todos! Perfeita para recém-casados, viu Lou?😉 Quando faço essa massa, não uso parmesão, mas fica ao gosto de cada um!

massa linguica2bela

Ingredientes
500g de massa
400g de linguiça fresca
100g de rúcula fresca
½  copo de vinho branco seco
2 colheres de azeite
5-6 tomatinhos cereja
1 dente de alho
sal  e pimenta a gosto

linguicapura

Preparo
– Tire a pele da linguiça e esfarele bem.
– Lave a rúcula e corte em pedaços.
– Em uma frigideira bem larga aqueça o azeite e o alho, junte a linguiça e depois os tomatinhos cortados pela metade e deixe dourar bem (uns 10 minutos é suficiente).
Acrescente o vinho branco e deixe evaporar (reserve).
– Cozinhe a massa em água levemente salgada, e reserve uma xícara da água da fervura.
– Escorra a massa e junte à linguiça, acrescente a rúcula ainda no fogo e misture bem, juntando água da fervura para ficar bem cremosa e corrija o sal.
Buon appetito!